Os melhores passeios para fazer em Israel

Além de Jerusalém e Tel Aviv, tem vários passeios para fazer em Israel, como as ruínas romanas, mergulho no Mar Morto, sítios arqueológicos …

 

Cesareia:

No caminho entre Tel Aviv e Haifa, a cidade antiga de Cesareia poderia ser um conjunto arqueológico romano como tantos outros na Itália, na Grécia e na Turquia. Mas consegue impressionar ainda mais, a começar pela agradável localização, que coloca na beira do Mar Mediterrâneo as ruínas milenares de um palácio, um aqueduto, um hipódromo e um teatro.

Fundada entre 29 e 22 a.C. pelo imperador Herodes, Cesareia floresceu a ponto de se transformar no mais importante centro cultural da parte oriental do império romano. Atravessou eras, resistiu o período das cruzadas no século 12 d.C., e foi destruída pelos mamelucos no século seguinte. A dose de entretenimento ficava por conta das corridas de biga e do teatro, de frente para o mar, concluído no ano 10 a.C.

Passados tantos séculos, hoje em dia ele ainda cumpre bem essa função. É palco de concertos, shows e peças, tudo com uma acústica fenomenal. Diante de quase 4 mil espectadores sentados já se apresentaram artistas como Eric Clapton, Alanis Morissette e Deep Purple, e para este verão israelense estão confirmados dois shows da banda Pixies.

 

Massada e Mar Morto:

A um pouco mais de uma hora de Jerusalém de carro ou ônibus de excursão, você pode conhecer um dos pontos mais visitados de Israel,  a fortaleza de Massada.

Poderá escolher se quer subir no conforto do bondinho que leva ao topo em cinco minutos ou 1h30 caminhando. Quem escolhe o caminho mais rápido para subir ao platô dominado pela antiga fortaleza de Masada tem outra grande vantagem: mais tempo para contemplar a incrível vista sobre o Mar Morto. Muito mais do que um mirante ou um Patrimônio da Humanidade declarado pela Unesco, Massada foi o último refúgio dos hebreus até os romanos o destruírem em 73 d.C. A fortaleza foi edificada em 30 a.C. pelo rei Herodes, que estabeleceu grandes palácios, cisternas, estoques para comida e casas de banho, hoje vistas em ruínas incríveis.

Procure combinar com Massada a visita ao Mar Morto para flutuar sobre as águas mais salgadas do mundo. O balneário de Ein Bokek tem estrutura ideal para curtir aquelas águas com concentração de sal 9,6 vezes maior do que a dos outros mares. Aproveite para se lambuzar com a lama que promete deixar a pele lisa e até tratar doenças de pele.

 

Akko:

A meia hora de Haifa, a Cidade Velha de Akko impressiona pelas imensas abóbodas subterrâneas, arcos e colunas construídos em tijolinhos milimetricamente encaixados por várias civilizações que passaram por essa terra. Hoje o que se vê ao longo das estreitas ruelas dentro da antiga muralha são especialmente construções que remetem ao período otomano, entre os séculos 17 e 19, como a citadela, as mesquitas turcas e os banhos.Um audio-guia em português acompanha a visita à medida que se caminha pela Cidade Velha.

Não deixe de ver o Hamam al Basha, banho turco em que um show de som e luzes narra detalhes do período. Depois de caminhar pelos arcos e salões amplos de Akko, sente à frente da marina e observe o entra e sai de pescadores. Aproveite para comer um peixe em um dos restaurantes dessa bela orla ou a mais tradicional comida da região humus (pasta de gergilim) com pita (pão árabe) no mercado de rua na Cidade Velha.

Veja mais sobre Israel na Viaje Mais edição 195

Por Felipe Mortara

Compartilhe
error: Content is protected !!